Procissão de Passos em Itu – SP – 29/03/2015, Explicação em Itu.com.br e fotos do jornalista Tadeu Italiani terça-feira, mar 31 2015 

29 de março (domingo) – 19h
Procissão de Passos

Igreja do Carmo
A solenidade, promovida pela Ordem Terceira do Carmo e Congregação Mariana, é conduzida pelo Prior do Carmo, Frei Donizete e trata-se de uma via sacra solene composta de sete estações (passos). A contemplação dos sete Passos é feita, desde o século XVIII em casas de família, na região central da cidade. A procissão do Senhor dos Passos sairá da Igreja do Carmo e da Senhora das Dores da Igreja Matriz, conduzida pelo Pároco Padre Francisco Rossi. O encontro se dará na Igreja do Bom Jesus. O primeiro Passo será armado na residência da Família Bispo, o segundo na residência da Família Xavier de Oliveira, o terceiro na Igreja do Bom Jesus, onde haverá o Sermão do Encontro proferido pelo Mons. Durval de Almeida. O quarto Passo será no Museu da Música – Itu, o quinto na residência da Família Sousa, o sexto na residência da Família Bernardini e o sétimo na Igreja do Carmo, onde haverá o Sermão do Calvário, proferido pelo Frei Donizete Barbosa. Em cada Passo canta a Verônica, o canto composto pelo Padre Jesuíno do Monte Carmelo (1764 – 1819) e o Coral Vozes de Itu acompanhado de pequena orquestra canta os Motetes do Maestro José Mariano da Costa Lobo (1857 – 1892). As belíssimas imagens foram esculpidas por Pedro da Cunha no Rio de Janeiro, no século XVIII. Em alguns Passos ainda se conservam os quadros pintados pela artista italiana Lavinia Cereda.

Fonte: Itu.com.br –

http://www.itu.com.br/cultura/noticia/semana-santa-em-itu-tem-celebracoes-tradicionais-com-musica-sacra-20150324

**************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************

No Domingo de Ramos, 29-03-2015, o penúltimo Passo (dos sete, tradição ituana de 200 anos), foi no altar que minha irmã Maria do Carmo e eu montamos na entrada de nossa casa.

A emoção que toma conta de mim, diante de um altar tão humilde, com as imagens de Nosso Senhor e de Nossa Senhora das Dores depositadas, na rua,  de frente para esse altar, com a Banda do Carmo tocando durante os trechos percorridos até a chegada a um novo altar, com a Verônica descerrando e depois recolhendo a imagem do rosto de Nosso Senhor, cantando em latim, com o Coral Vozes de Itu entoando motetes de autoria de um respeitado maestro ituano, sob a regência do maestro, historiador e professor Luís de Francisco, com o Santo Lenho depositado no centro desse altar doméstico, com todos os que colaboram para que essa tradicional demonstração de respeito e de fé persista, com os fiéis acompanhantes dessa Procissão de Passos é indescritível.

Depois de nossa casa, a Procissão se encerra no 7.º Passo, em frente da Igreja Nossa Senhora do Carmo, de onde partiram os fiéis que acompanham a imagem de Nosso Senhor e a de Nossa Senhora das Dores, que, ao deixar a Igreja do Carmo, seguem por ruas diferentes, mas se encontram na frente da Igreja do Bom Jesus (3.º Passo), as imagens são, então, depositadas dentro da Igreja do Carmo e lá permanecem até o Domingo de Páscoa.

O Santo Lenho é conduzido, sob o pálio, ao altar em nossa casa, 6.º Passo da Procissão de Passos.

O Santo Lenho é conduzido, sob o pálio, ao altar em nossa casa, 6.º Passo da Procissão de Passos.

O Santo Lenho depositado no altar de nossa casa, após cerimônia de incensamento.

O Santo Lenho depositado no altar de nossa casa, após cerimônia de incensamento.

Feliz Aniversário, ou melhor, Fliz Anvers terça-feira, mar 31 2015 

 

Recebido do primo Sérgio em 31-03-2015.

Estou muito atrasada, pois desconhecia esse texto.

Ao pesquisar, a mais antiga postagem é de 2010, mas não cita a autoria.

Desconheço o autor desse texto:

FLIZ ANVERS

Minha filha completou quinze anos e organizamos a festa em um salão para que ela convidasse todos os seus amigos…

Na noite da festa, à medida que iam chegando, os convidados acomodavam-se no lugar designado e, em seguida, abriam seus celulares e começavam a conversar por meio de mensagens de texto, ou a jogar com esses aparatos maravilhosos entre mensagens e mensagens.

Era muito comovente vê-los concentrados, cada um na tela de seus sóbrios e negros aparatos, como especificava o convite “esporte elegante e celulares negros”.

Que grandes estão todos! E pensar que os conheço desde que falavam entre eles… Ainda me recordo da voz deles; alguns não acreditam que quando eram crianças falavam e se olhavam nos olhos! Eu não os corrigia, claro: “Já vão crescer e vão aprender sozinhos a não falar”, pensava eu.

Quando chegou o momento do baile, cada um conectou os auriculares ao seu celular, escolheu a lista de músicas de que mais gostava e entrou na pista de dança. Dava a sensação de que todos estavam bailando ao som da mesma música.

A entrada de minha filha foi apoteótica. Seus amigos se desesperavam para serem os primeiros a fazer-lhe chegar seu texto de felicitações, movendo os dedos a toda velocidade. Alguns, os mais precavidos, já tinham a mensagem preparada e tudo o que tinham a fazer era apertar “ok”. O telefone de minha filha não parava de vibrar e como era impossível ler todos os textos, guardou alguns para mais tarde.

Aproximei-me dela e, sem me dar conta, disse-lhe:
– Feliz aniversário, filhinha.

Ela me olhou horrorizada e se afastou de mim. Preocupado, fui atrás dela e lhe perguntei se havia algum problema, se eu havia feito algo que a incomodara. Tomou o celular e me mandou uma mensagem de texto:

– Vc qr m envrgonr frnte ms amgs? Fçme o fvor! pra q exst os tlfnes?

Não tive remédio a não ser abrir o meu celular e mandar-lhe minhas felicitações.

– Prdão. Fliz anvers, filnha. T am. Papa.

Foi um aniversário perfeito!

Como passa o tempo e que “velho” estou! Pensar que quase lhe dou um beijo!

INEZITA BARROSO – SITE OFICIAL quarta-feira, mar 11 2015 

Inezita Barroso faleceu em 08-03-2015, domingo, aos 90 anos de idade.

INEZITA BARROSO – SITE OFICIAL.