Hoje Eu Me Sinto Tão Bem – Oriente – VAGALUME / Felizardo, com a Banda Mirim sexta-feira, mar 14 2014 

Ao procurar a música, tema de abertura, de “Tempero de Família”, Rodrigo Hilbert, GNT, encontrei a letra e a música de “Hoje eu me sinto tão bem”.

A canção pode ser ouvida pelo vídeo do YouTube no mesmo “link” = faz um bem ouvir a letra e a canção…

Hoje Eu Me Sinto Tão Bem – Oriente – VAGALUME.

Eu acreditava que o tema de abertura do programa “Tempero de Família” fosse uma adaptação da canção “Eu me sinto tão bem”.

Recebi, no entanto, um comentário de Aclécio, em 27-11-2014, 20h15m, a quem agradeço pela informação que esclareceu: “Na verdade, a música que abre o programa [Tempero de Família] se chama Felizardo, da Banda Mirim [de São Paulo] e quem canta a versão é o próprio Rodrigo Hilbert”.

Porque tanto a canção “Hoje eu me sinto tão bem” quanto “Felizardo” merecem ser ouvidas, pela mensagem otimista, pelo ritmo cativante, deixo, abaixo, o “link” do YouTube para ouvir “Felizardo” com a Banda Mirim.

Anúncios

Aracy de Carvalho Guimarães Rosa, O anjo de Hamburgo domingo, mar 9 2014 

Dentre as inúmeras mulheres que honram a Humanidade, lembrei-me de Aracy Moebius de Carvalho Guimarães Rosa, “O Anjo de Hamburgo”, cuja biografia, na Wikipédia, a enciclopédia livre, se inicia assim: Aracy Moebius de Carvalho Guimarães Rosa (Rio Negro, Paraná, 5 de dezembro de 1908 — São Paulo, 3 de março de 2011) foi uma poliglota brasileira que prestou serviços ao Itamaraty, tornando-se a segunda esposa do escritor João Guimarães Rosa. Aracy também é conhecida por ter seu nome escrito no Jardim dos Justos entre as Nações, no Museu do Holocausto (Yad Vashem), em Israel, por ter ajudado muitos judeus a entrarem ilegalmente no Brasil durante o governo de Getúlio Vargas. A homenagem foi prestada em 8 de julho de 1982, ocasião em que também foi homenageado o embaixador Luiz Martins de Souza Dantas. Ela é uma das pessoas homenageadas também no Museu do Holocausto de Washington (EUA). É conhecida pela alcunha de “O Anjo de Hamburgo”. Leia mais em: Aracy de Carvalho Guimarães Rosa na Wikipédia

Recomendação na Wikipédia: Arqshoah Arquivo Virtual Holocausto e Antisemitismo ROSA, Aracy Moebius de Carvalho Guimaraes

RESUMO DO LIVRO JUSTA. ARACY DE CARVALHO E O RESGATE DE JUDEUS: TROCANDO A ALEMANHA NAZISTA PELO BRASIL Mônica Schpun [Editora Civilização Brasileira; 2011] conta a emocionante história de duas mulheres que tiveram seus destinos entrelaçados pela resistência à intolerância extrema nos anos que antecederam a Segunda Guerra Mundial e durante o conflito. Uma era brasileira, chefe do setor de passaportes do consulado brasileiro em Hamburgo. A outra, alemã, judia, mulher de um bem-sucedido cirurgião dentista. As duas, jovens na década de 30, tiveram papel decisivo na fuga para o Brasil de judeus perseguidos pelo nazismo.Aracy trabalhava no mesmo consulado em que o escritor Guimarães Rosa, seu marido, iniciava a carreira diplomática como cônsul adjunto. Em 1938, a perseguição aos judeus levou Maria Margarethe Bertel Levy e o marido a procurarem a funcionária Aracy na tentativa de deixar a Alemanha nazista. A partir deste encontro as duas mulheres: a brasileira Aracy em Hamburgo e a alemã Margarethe em São Paulo criaram uma rede de solidariedade e construíram uma rota de fuga para judeus da Alemanha rumo ao Brasil.As duas tiveram que driblar um contexto histórico duplamente hostil: na Alemanha, os primeiros anos do Terceiro Reich e a Segunda Guerra; no Brasil, a Era Vargas (1930-1945) , que criou uma política migratória restritiva e de constrangimentos para judeus. A partir de variada bibliografia, documentos anteriormente ocultos e entrevistas, Mônica Schpun conta a relação entre estas duas mulheres de fibra e reconstrói a cidade de Hamburgo das primeiras décadas do século XX. A autora mostra o modo como a intensificação da perseguição aos judeus ocorreu e a maneira como eles procuraram contornar as formas de repressão. No Brasil, a autora focaliza a cidade de São Paulo da primeira metade do século. Foi lá que a maior parte dos judeus salvos por Aracy e Margarethe veio a se instalar, integrando-se a um tecido urbano emergente, precisando lidar, cada um a seu modo, com a bagagem trágica trazida da Europa. Em Justa, a autora acompanha os cinqüenta anos de vida e deslocamentos destas famílias e reconstrói, com um riquíssimo trabalho de pesquisa, a história de Aracy e Margarethe e da amizade que atravessou o século XX e salvou vidas. Fonte: Grupo Editorial Record

Fonte: Sinopse do livro Net – Justa. Aracy de Carvalho e o resgate de judeus: trocando a Alemanha nazista pelo Brasil

Maestro/Maestrina russo/russa no YouTube domingo, mar 9 2014 

Recebido do primo Sérgio: uma pérola

Atenção: colabore com o combate à pornografia infantil, à exploração infantil, mas assista ao vídeo, uma pérola da espontaneidade infantil:

De mãos dadas pela eternidade – Blog do MyHeritage em português quinta-feira, mar 6 2014 

Tocante postagem sobre a vida e a morte de um casal de diferentes religiões sepultado em um cemitério, na Holanda, na época separado em seções por religião.

De mãos dadas pela eternidade.

Varvito = o que é; links para entender essa formação sedimentar terça-feira, mar 4 2014 

O arquivo, em extensão “pdf”, é excelente para entender, cientificamente, o que é varvito, uma rocha sedimentar

Varvito de Itu – Registro Clássico da Glaciação Neopaleozoica  Ou http://sigep.cprm.gov.br/sitio062/sitio062.pdf

===================================================================================================================

Texto na Wikipédia, a enciclopédia livre:

varvito é uma rocha sedimentar originada durante a glaciação de rios e lagos e sua estrutura é constituída por uma série de varves.

Apresenta camadas alternadas, formando um depósito sedimentar de estratificação rítmica (ritmito), sendo que cada varve corresponde a um ano. Os clastos caídos são comuns nos varvitos.

O nome varvito vem de sua estrutura em varves. As varves são conjuntos de camadas finas sedimentares clásticas alternadas. A camada mais fina é composta por silte e/ou argila e a mais espessa de silte, areia (fina, média ou grossa) e argila.

A deposição destes materiais ocorre comumente em lagos próximos a geleiras, evidenciado pela posição horizontal do registro e por sua estratificação bastante regular.

Durante as estações mais quentes (primavera e verão), o derretimento do gelo é mais intenso e transporta maior quantidade de areia, argila e silte para o fundo do lago, formando as camadas mais espessas e claras (siltito ou arenito). Neste período mais quente alguns seres vivos conseguem se desenvolver.

Com o derretimento do gelo glacial, blocos maiores das geleiras podem se desprenderem e acabarem no lago. Ao derreterem por completo, podem liberar sedimentos maiores no fundo lacustre, como seixos, calhaus e matacões. Estes sedimentos mais grosseiros se depositam e, como consequência, formam os seixos pingados entre as varves do depósito sedimentar.

Durante as estações mais frias do ano (outono e inverno), os corpos d’água congelam. Nesse período, as partículas mais finas se depositam (argila ou silte) no fundo do lago, por exemplo, formando as lâminas mais escuras e delgadas denominadas folhelhos.

A camada mais clara (sedimentos de meses quentes) costuma ser mais porosa e áspera do que a lâmina de folhelho, devido à primeira conter silte e areia em sua composição.

As camadas sedimentares clásticas alternadas – a camada fina depositada durante os meses frios e a camada mais espessa depositada durante os meses quentes – representam a sedimentação durante um ano. Deste modo, é possível contabilizar, aproximadamente, os anos em um perfil de depósito sedimentar glacial flúvio-lacustrino de varvito. O resultado pode ser interpretado como os anos em que o lago esteve recebendo sedimentos de geleiras.

Nota-se também, em alguns registros geológicos como o do Parque do Varvito – Wikipédia, a enciclopédia livre, em Itu,SP, que as camadas vão se tornando mais finas conforme vão se aproximando da superfície, ou seja, as varves mais recentes são menos espessas que as mais antigas. Esse padrão pode ser explicado se considerarmos que, ao longo dos anos, a geleira foi recuando, levando uma quantia cada vez menor de sedimentos para o lago.

A datação do lago, a partir da contagem das camadas de varvito, pode não ser muito exata, devido à ação erosiva na superfície, que pode eliminar os,sedimentos mais recentes. Entretanto, a estimativa do tempo em que o lago esteve próximo à geleira costuma ser bastante satisfatória através deste método de contagem do tempo.

Nos lagos do período Pleistoceno pode-se observar vestígios da presença de animais invertebrados.

Estes vestígios aparecem na forma de traços finos e alongados, cruzando-se sobre a camada de sedimentos – geralmente a mais clara, formada durante os meses quentes, quando a vida no lago poderia ser mais ativa. São marcas deixadas pela movimentação das patas ou corpos dos animais. Raramente estes animais são encontrados fossilizados, pois seus corpos provavelmente eram muito delicados e não resistiriam no fundo do lago o suficiente para a ocorrência da fossilização.

Os varvitos podem ser:

par siltito-folhelho: quando a maior parte da camada mais clara é composta de silte. Neste caso, percebe-se que a camada é mais porosa do que áspera.

par arenito-folhelho: quando a maior parte da camada mais clara é composta de areia. Neste caso, percebe-se que a camada é mais áspera que porosa.

Origem = http://pt.wikipedia.org/wiki/Varvito

==========================================================================================================

Veja fotos espetaculares dessa formação de rocha sedimentar em:

Fermina Daza Blogspot – Parque do Varvito – 8set2012

==========================================================================================================

Sou ituana, portanto conheço a localização da “Pedreira de Varvito” desde criança. Acompanhei a inauguração do Parque do Varvito, em Itu – SP = local mágico.

Página da Adelaide – Adelaide’s Home Page terça-feira, mar 4 2014 

Por uma série de contratempos, ontem, dia 03-03, não telefonei para MAdelaide.

Hoje, dia 04-03, terça-feira de Carnaval, na parte da manhã, ainda não consegui falar com ela.

Pensei bem e a melhor forma que encontrei para homenageá-la foi divulgar a página que mantém na Web desde fevereiro de 1999.

Aprendi muito com minha prima MAdelaide a respeito de navegação na Web. Sempre recebi dela mensagens com conteúdo muito importante e a ética nos conteúdos de sua página, além de não perder tempo com mediocridades, fazem de Página da Adelaide visitas obrigatórias, porém prazerosas.

Além de uma formatação atraente, a página de minha prima contém uma diversidade de assuntos, cujos “links” estão disponíveis, com inúmeras chamadas para textos científicos, com fotos e comentários sobre viagens que fez e faz.

Imperdível:

Página da Adelaide – Adelaide’s Home Page

Escolha o que quer ver primeiro = recomendo “Página do Mês”.

 

SPPREV = Alerta de 25fev2014 sobre correspondência falsa enviada aos beneficiários domingo, mar 2 2014 

25/02/2014 –  SPPREV alerta sobre falsa correspondência enviada aos beneficiários

Correspondências de um falso órgão de previdência, intitulado Superintendência Geral de Previdência Privada, estão sendo enviadas a beneficiários da SPPREV.

Com o assunto “Encerramento de conta previdenciária”, os ofícios informam que os cidadãos têm direito a uma indenização no valor de R$ 65.840, sendo que para o seu resgate seria necessário o pagamento de uma pretensa taxa de habilitação, no valor de R$ 945, e das supostas taxas das “custas judiciais”, que equivaleriam a R$ 6.584.

A São Paulo Previdência alerta seus participantes sobre a existência da referida fraude. Em caso de dúvidas sobre a veracidade de uma informação ou de uma correspondência, a recomendação da autarquia é de que os beneficiários entrem em contato com o Teleatendimento (0800 777 7738) ou compareçam presencialmente a uma das unidades de atendimento da SPPREV.

Confira abaixo a imagem da correspondência falsa:

viaSPPREV – São Paulo Previdência.

SPPREV – São Paulo Previdência – Informe de Rendimentos 2013 acessível a partir de 01março2014 domingo, mar 2 2014 

Calma, pessoal! Acessível a partir de 1.º de março de 2014 não significa que, hoje, dia 02 de março já esteja disponível.

Consultem diariamente.

Leia mais em:

SPPREV – São Paulo Previdência.