Recebi um anexo belíssimo de MAdelaide e, ao procurar, na Internet sobre o pintor Alfredo Rodriguez, encontrei o anexo que disponibilizo (com som e créditos):

aartedealfredorodriguez-091224133904-phpapp02

Obviamente, a colonização norte-americana provocou tragédias para os índios. O anexo sobre a arte de Alfredo Rodriguez, no final, aborda os aspectos históricos dessa colonização. 

Neste último final de semana prolongado pelo feriado de 1.º de Maio, na TV por assinatura, assisti ao filme (não consegui ir até o final) Enterrem meu coração na Curva do Rio.

Havia lido o livro, no início dos anos da década de 1980, mas me lembrava muito pouco, exceto da agonia de acompanhar os fatos que provocaram a criação de reservas indígenas em áreas de pouco valor para a habitação dos índios.

Não estou ignorando os índio brasileiros – a revista Veja apresentou, na semana do Dia do Índio, uma reportagem belíssima sobre os irmãos Villas Boas – que passaram, também, por tragédias similares.

Desse modo, tanto a filosofia dos irmãos Villas Boas quanto a apresentação do anexo sobre a arte de Alfredo Rodriguez me remetem a uma fuga da realidade atroz do destino dos nativos de todos os continentes colonizados.

Nunca esquecer que, para esses nativos, a ideia de “posse da terra” jamais existiu.

Anúncios