Meu resgate será muito falho (explico abaixo um dos motivos), mas ficará como registro para quem tiver mais informações ao pedido de Jornal A Federação ou que tenha interesse em pesquisar, junto ao acervo da Câmara Municipal de Itu – SP, sobre a Lei Municipal mencionada.

 Meu pai, Agenor Bernardini, foi vereador, em Itu – SP, por duas vezes.

No primeiro mandato, de 1964 a 1969 (vide composição dos Poderes Executivo e Legislativo abaixo), foi o autor do Projeto que se transformou em Lei Municipal 792 de 29/05/1964, para preservar uma área de propriedade de Alceu Geribello (ao que me consta, esse era o desejo do proprietário).

Infelizmente, dentre os documentos pessoais de meu pai, relativos aos mandatos como Vereador Municipal, não se encontra uma cópia desse Projeto.

A foto abaixo foi copiada de Informativo SACI, Sociedade Amigos da Cidade de Itu, ano V – n.º 9 – Itu, 25 de junho de 2001. Fundada em 25/06/1961, meu pai, Agenor Bernardini foi ativo membro da fundação (o expoente máximo foi Dr. Maffei, advogado) e, juntamente com Dr. Maffei, os responsáveis por mantê-la viva durante o período negro da História política brasileira, quando agremiações, associações, sindicatos eram considerados redutos de terroristas, comunistas…

5a Legislatura – 1964/1969

Prefeito Municipal
João Machado de Medeiros Fonseca

Mesa Diretora (1964)
Presidente: Prof. Corinho Galvão de Toledo  
Vice-Presidente: Edson Campos                  
1o. Secretário: Abílio Savi                              
2o. Secretário: Antonio Amaral

Mesa Diretora (1965)
Presidente: Corintho G. de Toledo
Vice-Presidente: Agenor Bernardini
1o. Secretário: Abílio Savi
2o. Secretário: Ten.José Gregório do Nascimento

Mesa Diretora (1966)
Presidente: Dr. Humberto Fanchini                
Vice-Presidente: Agenor Bernardini                             
1o. Secretário: Abílio Savi
2o. Secretário: Antonio Amaral

Mesa Diretora (1967)
Presidente: Dr. Humberto Fanchini
1o. Secretário: Joaquim Galvão de França Pacheco Jr.
2o. Secretário: Alcindo Rodrigues de Moraes

Mesa Diretora (1968)
Presidente: Dr. Humberto Fanchini
Vice-Presidente: Francisco Rodrigues de Campos
1o. secretário: Joaquim Galvão de França Pacheco Junior
2o. Secretário: Alcindo Rodrigues de Moraes

Vereadores
Abílio Savi                                                      
Agenor Bernardini                                          
Alcindo Rodrigues de Moraes                        
Amadeu Fragnani                                           
Antonio Amaral
Prof. Corintho Galvão de Toledo
Edson Campos
Prof. Firmino Octávio do Espírito Santo Junior
Francisco Rodrigues de Campos
Dr. Humberto Fanchini
João Fratini Doles
Joaquim Egidio dos Santos
Joaquim Galvão de França Pacheco Junior
Ten.José Gregório do Nascimento
José Bruni
Leonel Carpi
Roque Bragagnolo

Suplentes que assumiram a Vereança
João Antonio da Costa
Mauricio Gun
Orestes Fausto Bonini
Clovis Purgato

Fonte: http://www.camaraitu.sp.gov.br/Camara/Legislaturas.aspx?id=5

Informações contidas no site da Prefeitura da Estância Turística de Itu – Turismo

Bosque Alceu Geribello

Tornou-se propriedade pública, pela Lei Municipal 792 de 29/05/1964, recebeu o nome do cidadão Alceu Geribello, que teve o cuidado de preservar este pedaço da Mata Atlântica, que fazia parte de sua propriedade, quando neste espaço foram realizados os loteamentos dos quais se originaram o Bairro Brasil.

Endereço: Rua: Campo Grande, s/n. – Bairro Brasil.

Prefeitura da Estância Turística de Itu – Turismo

Publicado no Jornal A Federação, página 02, ano 106, edição 5539, redação rua 21 de Abril, 41, Centro, Fone/Fax (11) 4023 11 98, email: [jornalfederacao@uol.com.br]:

Repito o que está, bem no final desta reprodução (e, por esse motivo anotei todos os dados do Jornal A Federação acima):

“Nota: Prezados leitores, caso tenham fotos interessantes e antigas de eventos, fatos ou localidades de nossa cidade e que queiram vê-las publicadas nesta seção do jornal, favor entrar em contato com a nossa redação deixando seu telefone que retornaremos”.

Anúncios