Edição 172, de janeiro de 2002, revista Superinteressante, Editora Abril.

Minha contribuição para o debate; utilizei, em sala de aula, com alunos do Ensino Médio, em 2002, a partir de distribuição de cópias da publicação desse conteúdo, dividindo as classes do Ensino Médio em dois grupos, cada grupo escolheu ser pró ou contra a descriminalização das drogas, baseado nos argumentos que o texto fornece.

Deslumbrante conteúdo, propiciou cerca de quatro aulas, de Língua Portuguesa em cada uma das três séries do Ensino Médio para as quais eu ministrava aulas, em que os alunos puderam ler e se manifestar, oralmente, para que não se sentissem inseguros (para poupá-los, caso a exigência fosse por escrito) de serem acusados de consumidores de droga.

Drogas o que fazer a respeito – Superinteressante.

Anúncios