Recebi do amigo Joaquim Emídio Nogueira Bicudo.

Entrei no site da Receita Federal, mas fui inepta para conseguir encontrar algum alerta a esse respeito.

O amigo Joaquim Emídio é pessoa de credibilidade, bem informada e não perderia tempo com “hoax” (lenda urbana).

Fica, então, o alerta, que não é por meio de recebimento de mensagem eletrônica, mas induz pessoas de boa fé a utilizar um endereço para, supostamente, acatar o que a correspondência de correio pediu.

Assunto: FRAUDE: ALERTA da RECEITA FEDERAL – CUIDADO! – ESSA VAI PEGAR MUITA GENTE !

CUIDADO COM O GOLPE.

É UM MODELO INOVADOR, POIS NÃO VEM POR E-MAIL, VOCÊ RECEBERÁ UMA CORRESPONDÊNCIA EM SUA RESIDÊNCIA, com dizeres de que a Receita Federal encontrou inconsistências em seu cadastro de pessoa física, referente aos seus dados bancários declarados anteriormente, que a intimação tem caráter informativo e explicativo para a regularização do cadastro, a fim de evitar multas e futuros problemas; que o procedimento de regularização é on-line; para fazer isso, deve-se acessar um endereço eletrônico que aparece nessa correspondência; que o procedimento é muito simples: basta acessar o endereço eletrônico, seguir as instruções do site e, interessante, ter em mãos o CPF e os dados bancários; como diz meu primo, Paulo Roberto, a “cereja do bolo” é uma informação final: nenhuma unidade da Receita Federal está autorizada a receber os dados do intimado, porque são dados sigilosos que deverão ser fornecidos somente ao site eletrônico indicado na correspondência que chegou pelos Correios.

O quê? Se eu tiver uma pendência na Receita Federal, dirijo-me a uma Agência da minha cidade de posse da via impressa de minha declaração, entrego uma cópia ao atendente para que ele me esclareça melhor e me explique como retificar, se, de fato, houve alguma falha em minha declaração.

Assim termina a mensagem que recebi do amigo Joaquim Emídio: 

MUITO CUIDADO. SE RECEBER ALGO, PROCURE A RECEITA FEDERAL ANTES DE TOMAR QUALQUER ATITUDE!

 

Anúncios