“Quindim na portaria” é um anexo em formato “pps” do Power Point que recebi da prima Sensão e foi postado no meu espaço do Windows Live Space em 17/12/2008.

O texto do anexo pertence a Martha Medeiros e foi formatado por Mima (Wilma) Badan.

Quindin na portaria é uma alusão a um trecho de um livro, cujo autor conta que costumava deixar, na portaria do prédio onde morava Mário Quintana, destinado a ele, quindim, bilhetes, demonstrações de afeto destinadas ao poeta e o objetivo era não incomodá-lo.

Daí para frente, Martha Medeiros divaga sobre estar presente junto àqueles que amamos, sem incomodá-los.

No jazigo de minha família, no Cemitério Municipal de Itu/SP, repousam meus falecidos irmãos, pais, meus avós paternos, minha tia Yolanda – as cinzas, bem como as cinzas de minha irmã Maria Regina, sobre quem comentei, recentemente, que Daniel Querido coloca um crisântemo, cada vez que vai ao túmulo dos pais – e, no dia 23 de outubro, data de nascimento de meu pai, quando minha irmã, uma de minhas cunhadas e eu fomos homenagear meu pai, no período da manhã, encontramos o túmulo limpo e com dois vasos de flores fresquinhos, lindos! Pensamos que tivessem sido colocados por minha outra cunhada, em companhia dos sobrinhos.

Conversamos com ela, no domingo, que se desculpou por não ter tido tempo para fazer isso, embora tenha rezado por meu pai, e, como não tinha nada que se desculpar, entendemos perfeitamente as razões, minha irmã e eu, ainda sob emoção, telefonamos, à noite, para nossa prima Frâncida – que mora em Pirapora do Bom Jesus/SP (terra natal de meus avós maternos) e, embora ela não tivesse colocado os vasos no dia 23/10 (já o tinha feito antes), ficamos sabendo de notícias de todos.

Continuamos a não saber quem colocou dois vasos maravilhosos, no dia do aniversário de meu pai, enfeitando nosso jazigo.

A essa pessoa, ou mais de uma, que não sabemos quem são, agradecemos, do fundo do coração e eu, pessoalmente, ofereço ese anexo “Quindim na portaria”, pois ficaram muito próximas de nós, sem alardear seu afeto por todos os que estão sepultados em nosso jazigo.

Quindim na portaria_enviado por Sensão.pps – Windows Live

Anúncios