A duras penas, tenho clicado, todos os dias, no site do Câncer de Mama.

            Claro, já tive que me recadastrar três vezes e meus correios eletrônicos para que receba mensagens, todos os dias, me lembrando de que preciso clicar todos os dias, não estão chegando ao destino, portanto, cada vez que deixo de receber os “reminders”, me recadastro. Da última vez, cadastrei o The Animal Rescue Site (não conseguia receber os “reminders” do The Breast Cancer Site) e, por ele, estou clicando, também, no The Breast Cancer Site.

            Ora, alegará o crime organizado, por que precisa de “reminders” se clica desde o ano de 2002? Já não está suficientemente “lembrada” de que precisa clicar no site do câncer de mama todos os dias?

            Explico, impotentes sexuais e intelectuais: pelo “reminder”, não preciso digitar o endereço, basta clicar na mensagem do “reminder”. Além disso, qualquer parasita se julga no direito de me usar – por meio do micro e da minha vida pessoal – para se autopromover. Por que não permitirei que uma ong que não é de fachada não se promova, todos os dias, no meu micro? Só impotente sexual e intelectual não quer isso, porque não se apresenta pessoalmente, manda lacaios danar meu micro e minha vida pessoal.

            Atribuo esses obstáculos (de perder, constantemente, a oportunidade de clicar nos “reminders”) aos lacaios do crime organizado que, por precisar lavar dinheiro sujo, mantém ongs, bongs e fongs de fachada (bongs e fongs é para incluir todas as entidades salafrárias, que se aproveitam de legislação falha, de falta de controle sobre as práticas dessas entidades salafrárias e, muito grave, nelas trabalham os cupinchas, os cabos eleitorais de muitos salafrários que estão no poder legislativo e dos que querem fazer parte dessa festa) e o fazem por meio dos lacaios, que desviam minhas mensagens, que utilizam endereços eletrônicos de meus correspondentes para se comunicar com isso e, como já digitei muitas vezes, aproveitam para enriquecer os currículos de hackers e crackers que, depois, trabalham em empresas de informática. Claro, dominam toda a criminologia cibernética, portanto, são raposas tomando conta do galinheiro.

            Para meu gáudio, apesar dos obstáculos, leiam a mensagem do The Breast Cancer Site. Imagino que minhas contribuições nem tenham sido, de verdade, contadas, por só Deus sabe, quando clico nesse site, para onde vão minhas contribuições, a julgar pelos percalços que os lacaios do crime organizado me causam:

 

Oito milhões de cliques no mês de junho!

Dez mil dólares a mais, para mamografias gratuitas!

Candidatos a cargos do legislativo fajutos estão desesperados!

Enquanto faziam e desfaziam, ignorando a população, agora, não têm isso, no “currículo” deles e de suas ongs, fongs e bongs para utilizar em campanhas eleitorais.

The Breast Cancer Site = www.thebreastcancersite.com

Pelo menos ajudo mulheres desprivilegiadas a fazer mamografias gratuitas e, em caso positivo, a receber orientação e tratamento médico.

Mesmo que eu tenha feito compra e a Receita Federal tenha cobrado uma taxa, para retirar o que comprei dos Correios, que ficou em metade do valor da compra. Tudo bem: minha compra foi controlada, enquanto importadores de fachada continuam a receber suas compras, rodeando a legislação e funcionários que deveriam verificar isso fazendo “vista grossa”, enquanto criminosos que já foram para a cadeia (e de lá continuaram a “gerenciar” seus negócios ilícitos) usam “laranjas” para alegar que os “laranjas” é que fazem negócios ilícitos, o “coitadinho” apenas aluga imóveis para eles.

Sinhá, cadê “seu” padre que o crime não tem fim?

 

 

Anúncios